Total de visitantes

22 setembro, 2017

A "Quimera" anos 90 e atual


Fiz primeiramente este desenho nos anos 90 em um caderno escolar(folha em tom amarelo). Neste Ano fiz uma versão atualizada.

14 setembro, 2017

A Batata-Doce (Colorizada)

A batata-doce (Ipomoea batatas), também chamada batata-da-terra, batata-da-ilha, jatica e jetica, é uma planta da família das convolvuláceas, da ordem das Solanales (a mesma da batata, do tomate, das pimentas etc.). Originária dos Andes, se espalhou pelos trópicos e subtrópicos de todo o mundo.

Fonte: Wikipedia

12 setembro, 2017

O Bunyip , o Mito Australiano.



Para os aborígenes da Austrália, o bunyip (cujo nome significa demônio na língua nativa) é um animal fantástico do tamanho de um bezerro que vive em lagos e poços do outback, o "interior australiano".

O bunyip alimenta-se de seres humanos, dando preferência a mulheres. Seu grito pode fazer o sangue coagular. Acredita-se também que o bunyip cause doenças.

Algumas descrições dizem ter cabeça de uma ema, com dentes no final do bico, corpo de crocodilo e longos membros com longos dedods e garras.  Foi esta descrição que resolvi desenhar.

Do mesmo modo que o mapinguari brasileiro, não se sabe se o bunyip é apenas uma lenda ou um animal ainda não descoberto. Algumas teorias apontam como sendo o Diprotodon, uma espécie de vombate gigante extinta há 50 mil anos, quando os humanos chegaram à Austrália.

Fonte: Wikipedia

11 setembro, 2017

A Fênix de Aberdeen


A fênix, fênice (português brasileiro) ou fénix (português europeu) (em grego clássico: ϕοῖνιξ) é um pássaro da mitologia grega que, quando morria, entrava em auto-combustão e, passado algum tempo, renascia das próprias cinzas. Outra característica da fênix é sua força que a faz transportar em voo cargas muito pesadas, havendo lendas nas quais chega a carregar elefantes. Podendo se transformar em uma ave de fogo.


Teria penas brilhantes, douradas, e vermelho-arroxeadas, e seria do mesmo tamanho ou maior do que uma águia. Segundo alguns escritores gregos, a fênix vivia exatamente quinhentos anos. Outros acreditavam que seu ciclo de vida era de 97 200 anos. No final de cada ciclo de vida, a fênix queimava-se numa pira funerária. A vida longa da fênix e o seu dramático renascimento das próprias cinzas transformaram-na em símbolo da imortalidade e do renascimento espiritual.


Os gregos parecem ter se baseado em Bennu, da mitologia egípcia, representado na forma de uma ave acinzentada semelhante à garça, hoje extinta, que habitava o Egito. Cumprido o ciclo de vida do Bennu, ele voava a Heliópolis, pousava sobre a pira do deus Rá, ateava fogo em seu ninho e se deixava consumir pelas chamas, renascendo das cinzas.


Hesíodo, poeta grego do século VIII a.C., afirmou que a fênix vivia nove vezes o tempo de existência do corvo, que tem uma longa vida. Outros cálculos mencionaram até 97 200 anos.


De forma semelhante a Bennu, quando a ave sentia a morte se aproximar, construía uma pira de ramos de canela, sálvia e mirra em cujas chamas morria queimada. Mas das cinzas erguia-se então uma nova fênix, que colocava piedosamente os restos da sua progenitora num ovo de mirra e voava com ele à cidade egípcia de Heliópolis, onde os colocava no Altar do Sol.


Dizia-se que estas cinzas tinham o poder de ressuscitar um morto. O imperador romano Heliogábalo (204-222 d. C.) decidiu comer carne de fênix, a fim de conseguir a imortalidade. Comeu uma ave-do-paraíso, que lhe foi enviada em vez de uma fênix, mas foi assassinado pouco tempo depois.


Atualmente os estudiosos creem que a lenda surgiu no Oriente e foi adaptada pelos sacerdotes do Sol de Heliópolis como uma alegoria da morte e renascimento diários do astro-rei. Tal como todos os grandes mitos gregos, desperta consonâncias no mais íntimo do homem. Na arte cristã, a fênix renascida tornou-se um símbolo popular da ressurreição de Cristo.


Curiosamente, o seu nome pode dever-se a um equívoco de Heródoto, historiador grego do século V a.C. Na sua descrição da ave, ele pode tê-la erroneamente designado por fênix (Phoenix), a palmeira (Phoenix em grego) sobre a qual a ave era nessa época representada.


    A crença na ave lendária que renasce das próprias cinzas existiu em vários povos da Antiguidade como gregos, egípcios e chineses. Em todas as mitologias o significado é preservado: a perpetuação, a ressurreição, a esperança que nunca têm fim.

    Para os gregos, a fênix por vezes estava ligada ao deus Hermes e é representada em muitos templos antigos. Há um paralelo da fênix com o Sol, que morre todos os dias no horizonte para renascer no dia seguinte, tornando-se o eterno símbolo da morte e do renascimento da natureza.

    Os egípcios a tinham por "Bennu" e estava relacionada a estrela "Sótis", ou estrela de cinco pontas, estrela flamejante, que é pintada ao seu lado.

    Na China antiga a fênix foi representada como uma ave maravilhosa e transformada em símbolo da felicidade, da virtude, da força, da liberdade, e da inteligência. Na sua plumagem, brilham as cinco cores sagradas.Púrpura, azul, vermelha, branco e dourado.

    No início da era Cristã esta ave fabulosa foi símbolo do renascimento e da ressurreição. Neste sentido, ela simboliza o Cristo ou o Iniciado, recebendo uma segunda vida, em troca daquela que sacrificou.

    A bandeira da cidade de São Francisco mostra uma fênix, acreditado de estar um símbolo de renovação depois o sismo que devastou a cidade em 1906. A bandeira e o selo da cidade de Atlanta mostram uma fênix também.

    No Acidente na mina San José em 2010, a cápsula que estava retirando um por um dos 33 mineiros foi chamada de Fênix, porque o resgate deles a uma profundidade muito funda de terra lembra a ressurreição da ave mítica das cinzas.

 O desenho da fênix do post é inspirada numa gravura do Bestiário de Aberdeen. O Bestiário de Aberdeen é um livro manuscrito e iluminado (com gravuras iluminuras) preservado na biblioteca da Universidade de Aberdeen (MS 24). Foi realizado na Inglaterra em torno do ano 1200 e é um dos mais importantes exemplares de seu tipo.

Fonte Wikipedia



09 setembro, 2017

Logomarca da Scania

A empresa foi fundada em 1900 como Maskinfabriks AB Scania na cidade de Malmö no sul da Suécia. Scania é a forma latina para designar a província sueca de Skåne. Em 1911 a Scania se associou a outro fabricante do ramo automobilístico, a Vagnsfabriks Aktiebolaget i Södertälje (VABIS) de Södertälje para formar a AB Scania-Vabis. Em 1969 a Scania-Vabis se associou com a Saab, para formar o grupo Saab-Scania AB. Em 1995 a união foi desfeita e a Scania passou a se chamar apenas Scania AB.
Fonte Wikipedia

03 setembro, 2017

Antigo Logo da Hershey's





The Hershey Company (NYSE: HSY) anteriormente chamada Hershey Foods Corporation e comumente referida como Hershey's, é uma fábrica de chocolates norte-americana fundada por Milton S. Hershey em 1894. É sediada na cidade com mesmo nome, Hershey, localizada no estado norte-americano da Pensilvânia.
Em 1900, Hershey vendeu sua empresa caramelo para US $ 1.000.000 (cerca de US $ 24,000,000 na moeda de hoje) e começou a concentrar-se na fabricação de chocolate. Em 1903, Hershey começou a construção de uma fábrica de chocolate na sua cidade natal, Igreja de Derry, Pensilvânia, que mais tarde veio a ser conhecido como Hershey, Pensilvânia. As barras de chocolate ao leite fabricadas nesta planta provou bem-sucedidas e a empresa cresceu rapidamente posteriormente.

Enquanto sua empresa com êxito foi vender produtos de chocolates doces, Milton Hershey sabia que uma fortuna estabelecer em fazer e vender produtos de chocolate de leite. Milton construída uma fábrica de processamento de leite no ano 1896, para poder criar e refinar uma receita para doces de chocolate de leite. Em 1899, três anos mais tarde, desenvolveu o processo Hershey.

Em 1907, Hershey introduziu um novo candi, pequenos pedaços de fundo chato em formato cónico de chocolate que nomeado "Kisses de Hershey". Inicialmente eles foram individualmente empacotados por mão em quadrados de FLORETE, e a introdução de acondicionamento de máquina em 1921 simplificou o processo ao adicionar a fita de papel pequeno para o topo do pacote para indicar que se trata de um produto genuíno da Hershey. O produto foi trademarked três anos mais tarde e passou a tornar-se um dos mais bem sucedidos e produtos conhecidos jamais produzido pela empresa. (Em 2007, um abraço raro de um produto comercial um carimbo de primeira classe, a USPS marcou o aniversário de um centésimo de Hershey, colocando uma imagem de um em seu selo de amor.) Outros produtos introduzidos incluem o Sr. Goodbar (1925), de Hershey Syrup (1926), estilhas de chocolates (1928) e a Krackel barra (1938).

Harry Burnett Reese trabalhou na Hershey, começando em 1917, como um demonstrou para as fazendas de Hershey. Em 1921, ele passou a trabalhar na fábrica. Seu filho (Ralph) mais tarde recordar que ele disse que, se o Sr. Hershey poderia vender sete carloads de chocolate uma semana que ele viu nenhuma razão por que ele não podia vender algumas centenas pounds. Reese experimentados em sua casa com vários confections. Em 1925 ele tinha desenvolvido um sortido de doces que ele conseguiu vender a lojas de departamento em Lancaster, anunciado como "feita na Hershey". Em 1926, construiu sua própria fábrica. Durante os anos de depressão, empresa de Reese lutou, mas foi auxiliada por Milton Hershey com açúcar livre e saldos chocolate, bem como com a ajuda de engenharia ao equipamento de Reese tinha problemas. Em 1941 com o racionamento de guerra do açúcar, Reese focada todos os seus recursos de produção e foco em copos de manteiga de amendoim, que necessários menos açúcar que a maioria dos outros confections do tempo. O doce se tornou muito popular, um centavo por copela, de venda e Reese descontinuado todos os seus outros produtos. Pelo início da década de 1950, sua empresa tinha tornado uma das maiores empresas de doce na América com vendas anuais de US $ 1

0 milhões. Em 1956, H.B. Reese morreu sem deixar um plano de sucessão. A empresa floundered por vários anos sob o controle de seus 6 filhos de sobreviventes. Em Junho de 1963 Hershey adquiriu empresa de Reese para 23. 3 milhões de dólares num momento quando as vendas de Reese eram US $ 14 milhões anualmente.

Em 1940, mais de dois anos após a derrota da União de CIO, afiliado da Federação americana do trabalho com êxito organizados trabalhadores de Hershey sob a liderança de John Shearer, que se tornou o primeiro Presidente locais. Atualmente, 464 local da padaria, confeitaria, trabalhadores de tabaco e Grain Millers representa os trabalhadores Hershey, e embora ele próprio chama a "trabalhadores chocolate" organizou com sucesso os trabalhadores de outras indústrias locais.

Em 1941 Bruce Murrie, filho de longo prazo presidente William F.R. Murrie, atingiu um negócio com Marte de floresta para criar um açúcar rígido revestido de chocolate, que seria chamado De M & M (nomeado para os dois homens). Murrie tinha interesse de 20 por cento na confecção. A confecção de nova usaria Hershey chocolate durante a era de racionamento durante a segunda guerra mundial. Em 1948, Marte comprados fora interesse da Murrie e passaria a ser um dos principais concorrentes de Hershey.

Em 2007, a associação de fabricantes de chocolate nos Estados Unidos, cujos membros incluem Hershey, Nestlé e Archer Daniels Midland, junto a Food and Drug Administration para alterar a definição legal de chocolate para deixar-lhes a substituir parcialmente hidrogenados óleos vegetais da manteiga de cacau, para além do uso de edulcorantes artificiais e substitutos de leite. Atualmente, a FDA não permite que um produto a ser referida como "chocolate" se o produto contém qualquer um destes ingredientes.

No Outono de 2007, Hershey mudou sua receita de chocolate de leite adicionando os alimentos, lactose e gordura do leite aditivo PGPR. [necessária citação] Em Dezembro de 2007, Philadelphia cidade councilman Ramos de Juan apelou Hershey parar de marketing "Ice Breakers Pacs" devido à semelhança com a embalagem à utilizada para drogas de ruas.

Em Setembro de 2008, a MSNBC informou que vários produtos da Hershey chocolate foram reformulados para substituir a óleo vegetal como um emulsionante de manteiga de cacau. De acordo com a empresa, essa alteração foi feita para reduzir os custos de produção dos produtos, em vez de aumentar os seus preços ou diminuindo os tamanhos. Alguns consumidores reclamou que o sabor era diferente, mas a empresa declarou que os ensaios de sabor cegos patrocinado pela empresa, aproximadamente metade dos consumidores preferido as novas versões. Como as novas versões já não atender a Food and Drug Administration da definição de "chocolate de leite", os itens alterados foram relabeled de afirmando que eram "chocolate de leite" e "feita com chocolate"para"doce chocolate" e "chocolaty".
Fonte: wikipedia

21 agosto, 2017

Garuda (गरुड)



Garuda (em sânscrito: गरुड ) é uma figura mitológica presente nos mitos do hinduísmo, originariamente uma águia. Pássaro solar brilhante como o fogo, é a montaria do deus Vishnu, que é ele próprio de natureza solar. Garuda é Nagari, inimigo das serpentes ou Nagantaka, destruidor de serpentes.

Sempre mostrado espantando cobras e simbolizando a luta sem fim entre o Bem e o Mal, Vida e Morte, os poderes celestiais contra as preocupações terrenas. A força deste símbolo duplica quando em companhia de Vishnu.

É o emblema dos soberanos de raça solar e Naga o dos soberanos de raça lunar. Garuda é também a palavra alada, o triplo Veda, um símbolo do verbo, ou seja, o mesmo que a águia representa na iconografia cristã.

Garuda possuía cabeça humana com bico e três olhos, asas, braços e pernas, e era inimiga das serpentes Nagas.

Fonte: Wikipedia